Livros

O CABELO DA MENINA
2016, SESI-SP Editora

Um dia, ela acordou com a cabeleira malucona. Iria para a escola mesmo assim? Sim, ela iria para a escola principalmente assim. Por que não? Na escola, a atitude da menina causou grande repercussão e o resultado foi inusitado. Acompanhando com leveza esse dia nada normal da menina e de seu cabelo, O cabelo da menina destaca a importância da autoestima e de reconhecer o que há de belo em cada pessoa.

Esse é segundo livro infantil escrito pela cantora e compositora Fernanda Takai. As ilustrações são de Ina Carolina. Vencedor do Prêmio Jabuti em 2017.

A GUEIXA E O PANDA VERMELHO
2013, Editora Cobogó

A gueixa e o panda-vermelho conta a bela história de uma amizade improvável e mágica entre uma jovem japonesa e o raro panda-vermelho. Esse é primeiro livro infantil escrito pela cantora e compositora Fernanda Takai. As ilustrações são de Thereza Rowe.

a gueixa e o panda vermelho

A MULHER QUE NÃO QUERIA ACREDITAR
2011, Panda Books

Prefaciado por João Paulo, jornalista do Estado de MinasA mulher que não queria acreditar reúne histórias que representam todas as facetas da escritora. Por vezes, você é levado a prestar atenção nas coisas simples do cotidiano por meio de um acontecimento banal, na melhor tradição da boa crônica brasileira.

Em outras oportunidades, surgem contos que vão direto ao ponto, revelando gente interessante e casos engraçados. E há momentos, ainda, em que a autora se revela – é a artista falando de seu lado mulher, filha, amiga e mãe. Um livro adorável, que você não pode deixar de ler!

NUNCA SUBESTIME UMA MULHERZINHA
2007, Panda Book

Nunca subestime uma mulherzinha é uma reunião de contos e crônicas publicados pela autora nos jornais Correio Braziliense e O Estado de Minas, com prefácio de Zélia Duncan.

Nesta publicação o leitor poderá comprovar o talento literário e a irreverência de Fernanda Takai, uma mulherzinha com pouco mais de um metro e meio, de voz suave, que no Pato Fu se escondia atrás de uma guitarra.

Em textos confessionais e bem-humorados, de simplicidade sublime, a autora descreve momentos de sua vida e cria outros que poderiam caber na vida de qualquer um.