VISÃO INTERIOR

Eu moro dentro de um urso. Faça chuva ou faça sol, estou sempre aqui. Tem dia que não estou muito bem, mas minha cara de urso mantém o padrão de excelência do meu trabalho. Me fizeram peludo e simpático, mas o que funciona mesmo são os dentes enormes que sorriem – e mordem em segredo… Uma menina me disse que eu devia até usar fio dental e pasta de dente (com flúor!) da princesa rosada porque tenho os dentes muito lindos. Eu estou de parabéns!

Hoje está quente. Derreto e estou bem fedido. Eu tomo banho! Uso desodorante também, mas não existe remédio contra inhaca de pelúcia. Se eu tivesse pelo menos dois corpos pra revezar. Duas cabeças eu tenho. Se as pessoas reparassem direito, iam ver que abaixo do pescoço meu pêlo é mais embolado, sujo e de tonalidade bem diferente da parte de cima. Tem algumas falhas nos joelhos, cotovelos e perto das patas. Não é que um adolescente com a cara toda furada me parou pra dizer que tinha um furo na minha bunda? Eu já tava saindo pro almoço quando ele gritou: “Olha lá, o urso tá com um furo na bunda! Ha ha ha”. Eu me virei e saí correndo atrás dele. Ainda bem que não consegui alcançá-lo. Que sorte a sua, hein moleque? Pedi pra uma senhora do armarinho me costurar, mas não tirei a roupa por causa do cheiro. “Pode ser assim, em pé mesmo?”. Pode. Uma cena meio humilhante.

Resolvi parar numa sombra da praça pra me refrescar e cochilei. Desde que roubaram uma das minhas cabeças, quando tava começando minha vida de urso, não tiro mais até chegar em casa. Acordei devagar e vi um sinhozinho conversando comigo. Deve ter pensado que eu era uma estátua. Ele contava que não se agüentava de saudade da mulher. Tinha um lenço branco nas mãos trêmulas pra enxugar umas lágrimas que caíam do olho embaçado. Resolvi não me mexer pra não matá-lo de susto. Fiquei ouvindo mais. Comecei a chorar e a fazer uns barulhinhos que urso que se preza não faz. O velhinho se levantou, deu um tapinha nas minhas costas e foi embora lentamente com seu guarda-chuva preto pendurado no braço. Aí eu pude me mexer de novo.

Troquei de bairro esta semana. Estou em frente ao supermercado mais movimentado da vizinhança. Sou novidade. Todo mundo parece gostar de mim. Os folhetos, saem rapidinho. Ninguém diz “não”. Tiro foto com as pessoas… é só eu chegar que sacam o celular do bolso. Ah, que maravilha!

De uma hora pra outra acontece um alvoroço e todos saem correndo na direção oposta. Dou uma olhada pra entender o que se passa. O que aconteceu? E então meu coração dispara, mas o mundo fica em câmera lenta. Vejo, do outro lado da rua, um hipopótamo todo assanhado lançando uma nova marca de pneus. Ele acenou pra mim, com certeza!

Estou apaixonado e ainda moro dentro de um urso.

Ei, você! Tira uma foto de nós?

img_1907Foto e texto: Fernanda Takai

5 thoughts on “VISÃO INTERIOR

  1. Oi, Fernanda Takai eu queria tanto tirar uma foto sua e botar como foto de capa no meu Facebook!!! Esse seria meu maior sonho… Pena que eu sou distante, moro na Zona Norte de Natal, mas ainda tenho esperança de eu aparecer e te dar um abraço que eu sou seu maior fã!!! Eu acredito em você, grande abraço!!!

  2. Adorei!!!

    Acho que também habito em outro corpo, só não descobrir ainda de qual bicho! (rsrsrsrsrsrsrs). mas bem que eu queria tirra uma foto com esse ursinho.

    Fabíola

  3. Ursinho interior… todo mundo parece gostar de você porque você sempre está aqui, mesmo que não esteja muito bem, mantém o padrão de excelência do seu trabalho, tira foto com as pessoas… e só se mexe de novo depois que a gente vai embora lentamente com nosso guarda-chuva preto pendurado no braço. Ah, que maravilha! SUA FÃ de Curitiba, que não se cansa de tirar fotos com você. Zily Nascimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s