MULTI LADA

Entrei na cozinha, já era tarde. Comecei a fechar as janelas e a cortina quando algo saltou em direção à parede.

Estava sem meus óculos e percebi apenas um borrado na parede branca. Ao aproximar-me dele, um movimento rápido se fez. Uma lagartixa! Olhei mais perto e vi que era uma lagartixa um tanto machucada. Não tinha o rabo – até aí natural porque costumam se regenerar. Mas não tinha também um membro dianteiro e quase todos os seus dedinhos pareciam ter sido mastigados. Uma sobrevivente a um dos cães ou ao nosso gato. Parecia ter virado, em algum momento, chiclete de algum bicho maior. Mas ela estava lá! Ainda ágil e cuidando para não cair da parede. Guardei uma foto digital sua. Talvez aquele fosse o exemplar mais valente do mundo das lagartixas.

Apaguei as luzes da casa e dei-lhe boa noite. Acho que ouvi de volta um tímido “obrigada!”.

Publicado no Estado de Minas, 09/12/2005

multiFoto: Fernanda Takai

9 comentários em “MULTI LADA

  1. Mooorro de medo desse bicho!!! Que pena que não foi devorada ainda viva. Eu não sou tão natureza quanto você, Fernanda, quando trabalhava na casa da pampulha havia “calangos” enormes. Sabe o que eu fazia? Jogava álcool nesses bichos e depois tacava fogo. Aí, no mesmo instante o Rex meu cachorro de estimação queria brincar com aquela “bolinha de fogo” que saía correndo pelo quintal a fora. Queimava sempre os bigodes porque sempre conseguia alcançar. É claro que quando esses bichos invadiam o meu ateliêr. Teve uma vez um morcego, que não conseguia matar nem a poder de reza. Um dia ele voou do sotão para o quarto de empregadas que sempre funcionou de depósito de material e estava vazio, na época. Juntei toda a minha coragem e soterrei o bicho, que apelidei de “batman”. Morreu soterrado… Coitado! Quem mandou morar justo no meu sotão?! 😀

    1. Que horror! queimassem você viva pra ver se é bom. que absurdo, um comentário desses devia ser tirado daqui imediatamente.
      sério! não gosta respeita!!! espanta, eles saem.. poxa, pensa que eles tem vida, a mesma que VOCÊ tem. você tirou tudo deles. só queriam viver, de boas, por essas e outras pessoas que o mundo está como está.
      ficou com dó desse pq tem deficiência, os que vc matou ficaram piores, pois esse aidna tem vida.
      aah que escandalo, é só uma lagartixa, um morcego…. NÃO. SÃO VIDAS. SÃO INOCENTES. NÃO TE FIZERAM NADA ALÉM DE COMER MOSQUITOS E INSETOS DA TUA CASA. sério, espanta pra fora da tua casa. não mate.
      além do que teu cachorro tbm sentiu dor ao ter os bigodes queimados… que fosse proibida de ter animais! 😦 pense neles como vidas e não como bichos, antes de tudo. eles também sentem.

    1. Ana Carla,

      Admito por ser um animal portador de deficiência física também senti pena, mas, desde que não ficássemos no mesmo ambiente. Ela lá fora e eu dentro de casa, tranquila por estar em outro ambiente. Você teria dó de uma barata sem asas? É a mesma coisa… 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s